Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

AeroMobil: o carro voador

por Larissa Fereguetti | 23/11/2014
Copiado!

Há mais de cinquenta anos, desenhos futuristas como “Os Jetsons” eram lançados e encantavam crianças com um conteúdo que mostrava a facilidade da vida com máquinas práticas, casas inteligentes e carros voadores. Atualmente, sabemos que muitas invenções como essas já existem e, se você  sonha em ter um carro voador como o do George Jetson toda vez que fica preso um em congestionamento, aperte os cintos, pois é um futuro não tão distante.
os-jetsons-blog-da-engenharia-carro-voador
O AeroMobil, criação de uma startup eslovaca, é considerado o protótipo de carro voador mais moderno do mundo. O AeroMobil 3.0 foi apresentado na Áustria e é uma atualização do AeroMobil 2.5, ambos resultado de 20 anos de trabalho do designer eslovaco Stefan Klein. A versão mais recente é capaz de atingir 160 km/h na estrada e 200 km/h no céu. Infelizmente não dá para voar do meio de um engarrafamento, pois ele requer, no mínimo, 200m para decolar e 50m para pousar, em pista asfaltada ou não. No vídeo abaixo é possível acompanhar o funcionamento do carro:
//www.youtube.com/watch?v=DFNefIOmmkk
 
O AeroMobil utiliza gasolina comum, cabe em uma vaga de estacionamento e tem capacidade para duas pessoas. O corpo e as asas são feitos de material compósito avançado. Apesar de não ser a primeira vez que se ouve falar em carros voadores, o modelo representa uma alternativa viável para amenizar o trânsito em grandes cidades que não deve demorar a chegar ao mercado. A imagem abaixo mostra algumas especificações do carro no ar ou na estrada (clique para ampliar):
carro-voador4-blog-da-engenharia
 
Informações: AeroMobil 

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários