Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Acredite se quiser: essa universidade não tem professores!

por Bernardo Lopes Frizero | 24/04/2017
Copiado!

Uma universidade totalmente sem professores. Já pensou? A ideia pode parecer estranha para nós, que passamos a vida toda acostumados com uma única forma de “assistir aulas”. Apesar disso, uma faculdade resolveu ir contra o fluxo e abrir no Vale do Silício, na Califórnia, um conceito até então inédito e bastante interessante de se aprender.
Nada mais de intermináveis apresentações de PowerPoint e leitura de slides… Denominada de 42, a faculdade simplesmente se livrou de professores, colocando os próprios alunos no comando de sua própria aprendizagem. Esse modelo vem prosperando na França desde 2013, porém com um conceito mais brando do que o que vemos na primeira filial dos Estados Unidos. A universidade já opera em solo americano desde o último trimestre de 2016, recebendo um feedback bastante animador por partes dos alunos que ingressaram no programa.

+Como ingressar

Para se inscrever, você deve ter entre 18 e 30 anos. O treinamento oferecido até o momento gira em torno dos campo da computação e estudos de ciências digitais, como linguagens de programação, segurança de computadores, redes e desenvolvimento de dados móveis.

Não há professores! São os alunos que têm que colocar idéias para frente e corrigir uns aos outros, fazendo que a sua iniciativa seja um dos fatores mais importantes para a aprendizagem.

Crédito: 42


Aberta todos os dias da semana, a universidade incentiva os alunos a trabalharem juntos, em equipe, realizando uma espécie de intercâmbio de informações muito mais produtivo que uma aula tradicional.
Todo mundo progride em seu próprio ritmo nos projetos de sua escolha. Não há prazo para os trabalhos, o que minimiza a queda para trás e promove a igualdade de oportunidades para todos. Este método “elimina a relação subordinada dos alunos, uma vez que cada um no grupo é responsável por uma parte da conclusão do projeto”, diz Brittany Bir, diretora de operações da filial californiana.
Segundo a BBC, a expectativa é de que os graduados da 42 possam conseguir cargos em grandes empresas da região, como a Amazon, IBM e Tesla. Impressionante, não é?
Fonte: 42

Copiado!

Comentários