Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


Será mesmo verdade que o relógio inteligente Apple Watch poderia salvar vidas?

por Redação 360 | 17/09/2021

Relógio agora além de te dar horas, pode monitorar suas tarefas e seu estado físico; e se precisar de ajuda, ligar para as autoridades. Saiba mais!

Hoje em dia, vivemos cercados de celulares, computadores e muitas outras tecnologias. Ao mesmo tempo, a evolução continua! A cada dia nós somos apresentados a mais novidades, como carros elétricos. Mas o foco desse texto é falar sobre os relógios inteligentes, que não apenas servem para fornecer as horas como também outras informações, que dizem muito mais a respeito do próprio usuário. E essas informações podem ser compartilhadas nas redes sociais ou podem ser encaminhadas a autoridades responsáveis, sendo um chamado de emergência e salva vida!

relógios inteligentes
Imagem reproduzida de MacMagazine

Para que são utilizados os relógios inteligentes?

Talvez possamos comparar um relógio inteligente ou smartwatch aos antigos computadores pessoais. Existem modelos mais simples e alguns muito mais complexos, com direito à tela tátil, câmera, acelerômetro, bússola, visualização de mapas, e acesso ao Whatsapp. Ou seja, realizar ligações telefônicas é um mero detalhe!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alguns modelos de relógios inteligentes são programados para fazer o monitoramento do sono do usuário, ou acompanhar os seus passos enquanto realiza exercícios. Mas a função que chama agora a atenção da comunidade científica é a possibilidade desse acessório poder salvar vidas! Sim! É isso mesmo que você leu!

relógios inteligentes
Imagem reproduzida de
Olhar Digital
relógios inteligentes
Imagem reproduzida de TecMundo

Quais os casos em que o Apple Watch teria salvo vidas?

Eis os casos mais famosos viralizados em relatos nas redes sociais e em sites de notícias sobre tecnologia:

  1. O Centro do Departamento de Polícia da cidade de Chandler, no Arizona, teria recebido uma chamada de voz computadorizada indicando que um usuário do Apple Watch havia caído. De fato, o homem precisava de assistência, pois havia desmaiado.
  2. Um médico de Minas Gerais teria atendido um paciente no consultório que estava indo viajar a trabalho e sentiu-se mal no aeroporto. “Com a função de eletrocardiograma (ECG) do Apple Watch, o usuário também pôde constatar que estava com fibrilação atrial. O paciente foi para o hospital e medicado imediatamente e hoje está super bem.”.
  3. Uma jovem, enquanto era imobilizada por um assaltante, teria enviado uma mensagem para a mãe pedindo socorro, que, em seguida, avisou a polícia.
  4. Um homem estava fazendo uma excursão de bicicleta pela ilha de Martha’s Vineyard quando caiu de bicicleta. Nesse caso, o Apple Watch no seu pulso percebeu a queda e, sem a intervenção do usuário desacordado, entrou em contato automaticamente com os serviços de emergência locais.
  5. Um idoso machucado, cambaleante e com a cabeça sangrando, se dirigiu até o banheiro, caiu e sentiu uma dor no pescoço. Antes que desmaiasse novamente, usou seu relógio inteligente para ditar uma mensagem de voz para a sua esposa, que estava no andar de baixo da casa. Alertada, ela conseguiu socorrer o marido.
relógios inteligentes
Imagem reproduzida de TechTudo

Como um relógio inteligente faria para dar alerta de socorro?

O alerta emitido pelo relógio inteligente da Apple em casos em que os usuários necessitam de socorro só seria mesmo possível graças à tecnologia de Inteligência Artificial. O dispositivo poderia fornecer coordenadas quase exatas de latitude e longitude para que o acidentado pudesse ser encontrado. Identificando uma situação grave, ele passaria a vibrar e tocar um forte alarme. E caso não haja resposta de movimento do usuário por cerca de um minuto, na etapa seguinte, a linha telefônica de emergência seria automaticamente acionada.

relógios inteligentes
Imagem reproduzida de TecMundo

Outros dispositivos nessa linha

Claro que não é só a Apple que vende modelos de relógio inteligente. Podemos, neste texto, ainda citar outros:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Haylou Solar, Amazfit e Galaxy Watch.

Inclusive, um morador dos Estados Unidos teria sido salvo por seu Galaxy Watch 3, que possui recurso de eletrocardiograma. O acessório detectou que ele apresentava sintomas de fibrilação atrial, um tipo de arritmia cardíaca que, se não tratado, pode evoluir para um infarto ou acidente vascular cerebral. Com o aviso do relógio, o usuário pode entrar em contato com seu cardiologista sendo encaminhado em tempo hábil para o hospital.

Veja Também: iPhone 11, Watch, Arcade, iPad… Veja todos os lançamentos que a Apple anunciou!


Fontes: TechTudo, WebTerra, Tecmundo, MacMagazine.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.