Engenharia 360

10 Profissões ligadas às Engenharias e Importantes no Combate às Crises Climáticas

Engenharia 360
por Redação 360
| 17/10/2023 | Atualizado em 24/10/2023 4 min
Imagem de pvproductions em Freepik

10 Profissões ligadas às Engenharias e Importantes no Combate às Crises Climáticas

por Redação 360 | 17/10/2023 | Atualizado em 24/10/2023
Imagem de pvproductions em Freepik
Engenharia 360

O alerta dos cientistas é assustador! O derretimento do gelo na Antártida está mais acelerado do que pensávamos em função das mudanças climáticas. A saber, em 25 anos, 40% das plataformas de gelo derreteram, liberando cerca de 67 bilhões de toneladas de gelo nos oceanos, sendo a parte ocidental do continente mais afetada. E nesse cenário, profissões voltadas ao combate das crises climáticas ganham mais importância no mercado de trabalho. Conheça exemplos na lista a seguir, produzida pelo Engenharia 360!

Profissões ligadas ao combate às crises climáticas

Existe hoje um alarmante aquecimento atmosférico e também da circulação oceânica global. Essa é a prova das mudanças sofridas pelo nosso planeta e que deve impactar diretamente a produção das engenharias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aliás, como já dissemos, existem profissões ligadas às engenharias que podem desempenhar um papel fundamental na mitigação e adaptação a essas crises. Isso porque elas estão totalmente relacionadas às atividades humanas que impactam o meio ambiente. Explicamos melhor a importância dessas carreiras. Confira!

1. Meteorologia

Como construir, produzir e cultivar qualquer coisa para as engenharias sem saber do tempo, não é mesmo? E é justamente a Meteorologia que deve estudar dados do tempo e apresentar um cenário que sirva de base para estudos e planos de investimentos de Engenharia de Infraestruturas mais resilientes a eventos climáticos extremos.

Engenharias no Combate às Crises Climáticas
Imagem de Freepik

2. Direito Ambiental

Alguns projetos de Engenharia dependem, para sair do papel, de mudanças nas regulamentações ambientais. E é aí que entra o Direito Ambiental, garantindo que as iniciativas estejam alinhadas com as leis, contribuindo para empreendimentos mais sustentáveis e ecologicamente corretos.

3. Administração Pública

Ainda desse segmento legal, nenhuma ação de Engenharia Pública também tem chances de ser praticada havendo barreiras governamentais. Ao mesmo ponto que as engenharias devem contribuir para o desenvolvimento e realização de ações de políticas públicas visando a implementação de soluções climáticas, como redução das emissões de carbono.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

4. Geologia

O papel dos geólogos dentro dos planos das engenharias é desempenhar uma avaliação de riscos naturais, como deslizamentos de terra e erosão. Esse levantamento de informações é essencial para a execução de projetos, sobretudo de construção civil.

5. Ciências Biológicas

Biólogos também são profissionais que estudam os impactos das mudanças climáticas na biodiversidade. Eles fornecem dados e insights que auxiliam engenheiros na concepção de projetos que minimizem o impacto negativo nas espécies e ecossistemas.

6. Ecologia

E é claro que nesta lista não poderiam faltar os próprios profissionais, formados em diferentes áreas, que atuam como ecologistas. Sua tarefa é facilitar essa compreensão dos engenheiros sobre o atual desequilíbrio ambiental, na maioria consequência das ações humanas. Também orientando em como realizar uma melhor proteção dos recursos naturais.

Engenharias no Combate às Crises Climáticas
Imagem de prostooleh em Freepik

7. Arquitetura

Os arquitetos são grandes parceiros dos engenheiros, que, juntos, podem desenhar, idealizar, projetos ainda mais incríveis, ajudando nossa sociedade a trilhar uma jornada mais sustentável. Por exemplo, considerando usar métodos mais ecológicos e mais tecnologias ecoeficientes na criação das obras. Também maximizar a eficiência energética e reduzir as emissões de carbono.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

8. Engenharia de Materiais

Enfim, vamos falar das linhas profissionais dentro da própria Engenharia, começando pela Engenharia de Materiais. Seu papel é crucial no desenvolvimento de produtos mais sustentáveis, garantindo que a produção e o uso desses materiais tenham um impacto ambiental reduzido.

Engenharias no Combate às Crises Climáticas
Imagem de senivpetro em Freepik

9. Engenharia Ambiental

Também podemos citar os engenheiros ambientais, sempre muito dedicados à preservação ambiental e à mitigação de danos ambientais causados pela ação humana. Esses profissionais são os mais indicados para lançar soluções tecnológicas e práticas sustentáveis voltadas às reduções de gases de efeito estufa, sobretudo em áreas urbanas.

10. Engenharia Florestal

Por último, os engenheiros ambientais são aqueles que vão se dedicar ao trabalho de manejo de florestas, que precisa ser cada vez mais sustentável. Isso inclui elaboração de estratégias para captura de carbono e a conservação da biodiversidade, reduzindo o desmatamento e protegendo os ecossistemas.

Engenharias no Combate às Crises Climáticas
Imagem de Freepik

Claro que muitas outras profissões relacionadas à Engenharia devem atuar num esforço global para frear as mudanças climáticas; nossa lista só traz alguns exemplos. Que fique claro que só a colaboração entre esses profissionais é essencial para alcançar um futuro mais sustentável e resiliente!

Veja Também:


Fontes: Interesting Engineering, Terra.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo