Engenharia 360

Model Based Definition (MBD): usando a linguagem universal dos desenhos para comunicar ideias e requisitos 3D

Engenharia 360
por Redação 360
| 03/02/2022 | Atualizado em 04/02/2022 3 min

Model Based Definition (MBD): usando a linguagem universal dos desenhos para comunicar ideias e requisitos 3D

por Redação 360 | 03/02/2022 | Atualizado em 04/02/2022
Engenharia 360

Desenhos profissionais são feitos para um determinado fim, não é mesmo? Só que, para que outras pessoas entendam e possam executar o que está descrito nestes desenhos, é preciso que os projetistas sigam sempre uma mesma linguagem universal. Em duas dimensões isso fica muito mais fácil de se fazer, claro. Assim, fica mais fácil converter os projetos para modelos 3D, com pouco ou nenhum esforço. Mas este é um desafio que se consegue superar quando utilizamos ferramentas como a SolidWorks MBD (Model-Based Definition), por exemplo.

MBD
Imagem reproduzida de SOLIDWORKS

O que é SolidWorks MBD?

Sim, o conceito de Model Bases Definition (MBD) é novo. Agora, conceitos gerais de Engenharia subjacentes de tolerância geométrica não são. Por isso, ferramentas como a Solidworks já são há bastante tempo utilizadas por grandes empresas de vasta experiência. Inclusive, existe a versão SolidWorks MBD, que é a solução perfeita de manufatura, completa e integrada, que fornece grandes benefícios para economia de tempo e custo, além de melhora da qualidade no processo de modelagem 3D.

Alguns projetistas ainda preferem continuar realizando produções em papel. Mas isso, por conta da demanda atual, não passa das primeiras etapas do projeto. Depois, é preciso utilizar as novas tecnologias, inclusive para a integração de comunicação de dados inclusiva PMI 3D – pensando na produção baseada em método drawingless. Mas você também deve estar se perguntando o que tem de diferente o SolidWorks MBD do SolidWords CAD. Bem, na verdade, há muita coisa semelhante entre as duas ferramentas. Mas a versão MBD foca mais no modelo original em que estamos trabalhando. Veja a seguir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo
MBD
Imagem reproduzida de The SOLIDWORKS Blog –

Soluções inteligentes

Sabe aqueles processos demorados baseados em desenho 2D? Podemos eliminar potenciais problemas através de uma comunicação de informações sobre produto e fabricação, ou seja, PMI ou ‘product and manufacturing information’ através do SolidWorks MBD. Nesse caso, os dados 3D saem de maneira clara e estruturada. É possível ainda fazer a personalização de templates, reutilização e compartilhamento de dados com setores internos e externos, anotações 3D, e criação de formatos de arquivos padrão que podem ser acessados em qualquer lugar e em qualquer dispositivo.

Vantagens para as empresas

Afinal, por que escolher o SolidWorks MBD mesmo? Bem, para obter economias em várias áreas da produção, como erros de fabricação, desperdícios e custos com retrabalho ou aquisição de peças dobradas. Também é possível definir e organizar melhor as dimensões 3D, lista de materiais e mais dos projetos pensando na manufatura, solicitação de cotações e relatórios de inspeções.

MBD
Imagem reproduzida de MySolidWorks

Como funciona e o que se pode fazer com o SolidWorks MBD?

  • Quer definir anotações 3D? No SolidWorks MBD, é possível exibir ou ocultar as anotações automaticamente conforme o modelo gira. Também capturar configurações, comparar diferenças de anotações entre as vistas e reutilizar as visualizações 3D, como vistas de desenhos 2D, quando necessário.
  • É possível fazer exportação do arquivo em PDF 3D, publicar tabelas de notas e listas de materiais, anexar documentos na publicação, inclusive arquivos STEP242 – em padrões universais de arquivamento e recuperação – ao invés de recriar geometria CAD em outro programa.
  • Com o SolidWorks MBD também pode-se gerar arquivos eDrawings diretamente com anotações legíveis por softwares específicos.
  • Ou ainda conduzir aplicativos integrados automaticamente, como programação CAM e CMM e fazer anotações 3D.

Sim, o recurso mais importante do SolidWorks MBD é mesmo a capacidade de criar vistas 3D. E para essa criação basta fazer a seleção de anotações específicas, orientar o modelo em viewport e selecionar ‘Capture 3D View’. O mesmo processo permite a captura de várias visualizações, facilitando os dados de PMI de forma mais clara e eficiente. Aliás, é oferecido também um editor de modelos de PDF 3D, para que o projetista consiga criar o seu próprio estilo de desenho, consumido até mesmo em Adobe Reader.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo