Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenharia 360

Conheça as Ligas Acadêmicas e os motivos para você participar

Engenharia 360
por Matheus Felipe
| 24/06/2020 3 min

Conheça as Ligas Acadêmicas e os motivos para você participar

por Matheus Felipe | 24/06/2020
Copiado!

Comuns nos cursos da saúde, as ligas acadêmicas estão cada vez mais presentes nos cursos de engenharia

Você é daqueles alunos que buscam o diferencial na faculdade de engenharia para poder se destacar e abrir portas profissionalmente? Se sua resposta for sim, continue lendo esta matéria porque irei te apresentar as Ligas Acadêmicas: uma das melhores alternativas extracurriculares para você adquirir conhecimento, dar destaque ao seu currículo e ainda poder ajudar outras pessoas.

O que são as Ligas Acadêmicas?

As Ligas Acadêmicas (LA) são entidades sem fins lucrativos que visam o desenvolvimento extracurricular dos acadêmicos em uma área específica. Para isso utilizam-se de atividades de ensino, pesquisa, extensão e laboratorial. São criadas por alunos, professores e profissionais que partilham de interesses em comum.

No Brasil, a liga pioneira foi a Liga de Combate à Sífilis, criada em 1920 e estando em funcionamento até os dias atuais. Porém, apenas a partir do período de regime militar no país é que eclodiu a criação de várias outras ligas.

A burocracia para funcionamento de uma liga depende de cada instituição de ensino, pois é de sua responsabilidade criar seu próprio regimento sobre as ligas acadêmicas e, por sua vez, as ligas devem ter seu próprio estatuto obedecendo às regras do regimento.  De forma geral, pode-se dizer que sua estrutura é baseada em membros: membros diretores e docentes que supervisionam e auxiliam os discentes em suas atividades.

Por que participar de uma Liga Acadêmica?

Se você considera que a grade curricular do seu curso não é suficiente para sua formação ou simplesmente quer aprender mais sobre um determinado assunto que viu em sala de aula, as ligas acadêmicas podem ser a solução. Isso porque os estudantes se tornam ativos no processo de ensino-aprendizagem, ou seja, cabe aos membros decidirem quais temas irão estudar e quais atividades realizar. Dessa forma, você consegue focar na área e matéria que sente mais afinidade no curso, o que torna o estudo mais atrativo.

As ligas são uma ótima forma de integração entre estudantes e profissionais, pois apresentam um ambiente mais leve, sem a pressão das provas e de notas. Essa proximidade com os professores pode ser usada para a realização de pesquisas científicas e, posteriormente, publicação de artigos e participação em eventos, que além de fomentar a ciência também agregam muito valor ao seu currículo.

Estudantes e professor em sala de aula dialogando
Imagem: gps.uml.edu

Outro ponto benéfico é a promoção de eventos abertos a comunidade acadêmica e externa, como palestras, cursos, workshops, mostras de trabalhos, entre outros, onde você poderá participar ativamente de toda sua organização e fazer um bom networking. Nesse tipo de evento é possível levar conhecimento e ajuda a outras pessoas, unindo acadêmicos e comunidade externa em prol de uma sociedade melhor.

Atividades desenvolvidas pela Liga Acadêmica de Práticas da Engenharia
Palestra “Mulheres na Engenharia”/ Reunião com os membros/ Visita técnica em obra/ Premiação da Olimpíada Acadêmica das Engenharias.
Imagem cedida pela Liga Acadêmica de Práticas da Engenharia.

Há ainda outra grande oportunidade para você: fazer parte da diretoria. Os membros diretores são responsáveis por definir e organizar o calendário das atividades propostas, tomar frente da organização de eventos e das reuniões, além de toda parte burocrática necessária para a validação da liga perante a instituição, ou seja, são os líderes do grupo. Dessa forma, você desenvolve várias soft skills como, por exemplo, resolução de problemas complexos, gestão de pessoas, tomada de decisão, liderança, negociação e, ainda, se acostuma a lidar com elaboração de atas, ofícios, processos e outros documentos. Afinal, engenharia não é só cálculo!

Exemplos de Ligas Acadêmicas na engenharia

Apesar de ser mais tradicional nos cursos da saúde, como medicina e enfermagem, as ligas estão cada vez mais presentes nos cursos de engenharia. A seguir preparamos uma lista de ligas acadêmicas nas engenharias e suas instituições para você poder conhecer, acompanhar no Instagram e se inspirar:

Conclusão

As ligas acadêmicas podem agregar grande valor durante sua graduação: melhorar seu currículo, preparar para o mercado de trabalho, fornecer horas complementares, especialização na área que mais tem afinidade, desenvolvimento habilidades interpessoais e outras coisas que você só saberá quando participar de uma.

Enfim, as ligas ainda possuem um grande potencial de crescimento nas áreas de exatas, mas isso depende exclusivamente do interesse dos estudantes e/ou profissionais das instituições de ensino para fundá-las. Sendo assim, que tal chamar seus amigos e professores para criarem uma liga acadêmica na sua faculdade? Juntos podemos fazer a diferença, melhorar nosso curso e nossa formação.

A sua faculdade/universidade possui ligas acadêmicas nos cursos de engenharia? Comenta aqui pra gente poder conhecer!

Fonte: UNIFAMINAS, Doity, Wikipédia.

Copiado!
Engenharia 360

Matheus Felipe

Engenheiro Civil em formação na UFMT. Criador do Gama Engenheiros (@gama.engenheiros), produtora de conteúdo digital. Pesquisador, redator, sonhador, apaixonado por futebol e engenharia. Seu propósito de vida é ajudar pessoas.

Comentários