Engenharia 360

Google, NASA e IBM usam tecnologia de 'Energia das Rochas' e IA para Enfrentar Mudanças Climáticas

Engenharia 360
por Redação 360
| 01/12/2023 3 min
Imagem divulgação Google via Olhar Digital

Google, NASA e IBM usam tecnologia de 'Energia das Rochas' e IA para Enfrentar Mudanças Climáticas

por Redação 360 | 01/12/2023
Imagem divulgação Google via Olhar Digital
Engenharia 360

Décadas atrás, quando os alertas dos cientistas sobre as mudanças climáticas se intensificaram, muita gente ignorou a urgência de mudarmos nossas ações para evitar as transformações drásticas. Agora que estamos vivendo um período de catástrofes sem precedentes, as empresas e outras instituições se veem obrigadas a impulsionar tecnologias para mitigar as ações contra o meio ambiente.

Nesse cenário, gigantes como a Google, NASA e IBM, lideram avanços significativos. Exemplos como esse podem redefinir padrões da Engenharia, renovando o compromisso de enfrentamento dos desafios globais. Continue lendo este texto do Engenharia 360 para conferir propostas para um futuro mais verde e resiliente!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto de energia geotérmica da Google

Recentemente, a Google se uniu à Fervo para inaugurar um projeto inovador em Nevada, nos Estados Unidos. A ideia é usar energia geotérmida para alimentar alguns dos seus principais data centers instalados na região. Se o plano der certo, o modelo poderá ser implementado em outras unidades da empresa, onde o uso da energia limpa, livre de carbono, poderá impulsionar operações futuras. Para se ter uma ideia, só essa primeira etapa teria capacidade de geração de 3,5 MW, equivalente ao fornecimento de energia para cerca de 750 residências.

Mudanças Climáticas
Imagem divulgação Google via Terra
Mudanças Climáticas
Esquema explicando como funciona a produção de energia geotérmica | Imagem reproduzida de Solar Eólica Renovável

Vale destacar que a tecnologia Fervo para usinas geotérmicas se diferente de outras convencionais já desenvolvidas no mercado. Explicando melhor, ao invés de extrair fluidos quentes de reservatórios naturais para gerar vapor, ela se valeria da perfuração de poços horizontais e bombeamento de água para aquecimento em contato com a rocha quente, gerando vapor que, então, retorna à superfície para a geração de energia. Esse ciclo permite a reutilização da água, que é um aspecto crucial em uma região como de Nevada, que enfrenta desafios de escassez de água.

A saber, essa iniciativa da Google é hoje apoiada por investimentos de Breakthrough Energy Ventures, Bill Gates e Departamento de Energia dos EUA.

Energia geotérmica vs. energia eólica e solar

Existe um debate entre especialistas em Engenharia quanto ao uso de energia térmica. Sabe-se que os governos ao redor do mundo vêm apostando mais em energia limpa, mas sobretudo em fontes como eólica e solar. O sistema geotérmico apresenta a vantagem de permitir a geração de eletricidade em qualquer condição meteorológica. Porém, podemos destacar que aqui, no Engenharia 360, já noticiamos o desenvolvimento até mesmo de placas solares capazes de geração de eletricidade à noite ou dias nublados. Então? Fica a reflexão!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

IA da NASA e IBM capaz de prever fenômenos meteorológicos

NASA e IBM uniram forças para desenvolver um projeto especial de Inteligência. Recentemente, as parceiras anunciaram uma IA capaz de realizar previsões meteorológicas e climáticas. É importante enfatizar que ela difere de outros modelos de sistemas semelhantes, que se baseiam em emulações. Ao invés disso, ela teria uma base mais sólida para a compreensão da física fundamental por trás das previsões meteorológicas.

Mudanças Climáticas
Imagem de @vecstock em Freepik
Mudanças Climáticas
Imagem de DCStudio
em Freepik

Essa nova IA da NASA e IBM funcionaria em vários contextos, oferecendo desde previsões superficiais até mais complexas, podendo ter a sua utilidade ambientada para diversas aplicações. Por exemplo, antecipando incêndios florestais ou condições de turbulência em voo. E os altos investimentos nessa tecnologia parece que seriam recompensados pela melhora de acessibilidade, velocidade de processamento e diversidade de coleta de dados, aumentando a precisão das estimativas climáticas e meteorológicas.

Veja Também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Fontes: Olhar Digital, The Verge.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo