Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Concreto têxtil: o que é e quais vantagens oferece para as construções? | 360 Explica

por Simone Tagliani | 17/03/2021

Muitas tecnologias relacionadas à construção civil estão evoluindo, isto inclui, obviamente, o concreto uma recente opção: concreto têxtil

Já parou para pensar sobre o futuro da construção civil? Obviamente as tecnologias estão sempre evoluindo. A cada ano surgem novos materiais ou são aprimoradas técnicas antigas. O concreto armado, por exemplo, é um dos sistemas construtivos mais utilizados em projetos de arquitetura e engenharia. Basicamente, ele consiste em armaduras de aço associadas à massa de concreto, criando peças com altíssima resistência à tração.

Apesar de reconhecer as excelentes qualidades do concreto armado, que revolucionou o mercado mundial quando foi apresentado pela primeira vez, seria ignorância pensar que este material não possa ser melhorado! Aliás, recentemente foi desenvolvido um tipo de concreto muito mais durável e resistente, é o chamado textile-concrete ou concreto têxtil, considerado o futuro do concreto armado. Saiba mais sobre ele no texto a seguir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

concreto têxtil
concreto têxtil – imagem de IBETON

Sobre a descoberta do concreto têxtil

O concreto têxtil foi descoberto no ano de 2009, na Alemanha. Ele foi desenvolvido inicialmente por pesquisadores da Universidade de Dresden em parceria com o Instituto de Indústria Têxtil Saxon de Chemnitz. Ele é formado por uma rede de polímeros, fibra de carbono em resina epóxi, com uma aparência final parecendo um tecido – por isso o seu nome. E é a maior promessa para substituir as armaduras em ferro que compõem as estruturas de concreto armado!

Veja também: 8 tipos diferentes de concreto de alta tecnologia para obras

Concreto têxtil
Concreto têxtil – imagem de Wikipedia

Sobre as características do concreto têxtil

A ideia do concreto texto é revolucionária, mas até certo ponto. Materiais com conceitos muito semelhantes já foram utilizados na engenharia automobilística, por exemplo. Então parece meio lógico que, em algum momento, o mesmo pensamento, de uma camada tipo tecido para reforço estrutural, acabasse sendo replicado na construção civil. Neste caso, tal concreto reduziria cerca de 25% do peso de uma construção, e com a vantagem de ser mais resistente.

concreto submerso
Concreto Têxtil – imagem de Karl Mayer

Principais vantagens do material

Concreto têxtil pode ser a resposta para o restauro de construções antigas com armaduras de aço. Ele também é um recurso muito adequado para novas construções, podendo ser moldados de maneiras diferentes, principalmente em seções menores, ficando livre de corrosões. Diz-se também que este concreto viabilizaria estruturas mais elegantes, até mesmo submersas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

ponte
concreto submerso – imagem de Tecnosil

Precisamos ressaltar que, além de toda essa flexibilidade de projeto que o concreto têxtil proporciona para as obras de arquitetura e engenharia, ainda haveria muitos ganhos atrelados à sustentabilidade. Isso aconteceria devido ao fato das estruturas poderem levar um volume menor de concreto, porque já não exigem um cobrimento de armadura tão espesso quanto aconteceria em uma estrutura de concreto armado convencional – muito mais sujeito a corrosão. E menos material gasto representa mais economia e menos emissões de CO2. Então, neste caso, os projetistas podem canalizar os recursos para soluções ainda mais arrojadas e criativas!

escultura de concreto
concreto têxtil – imagem de Clube do Concreto

Sobre os exemplos bem-sucedidos de obras em concreto têxtil

A primeira obra em concreto têxtil que se tem conhecimento é uma passarela com 100 m de comprimento executada na cidade de Albstadt, na Alemanha. Também sabe-se de uma reforma da catedral de Aachen, no mesmo país. E cada vez mais, a partir de então, várias empresas passaram a investir na produção e utilização deste material, especialmente em:

  • painéis para fachadas,
  • peças para sessões mais complexas, e
  • reforço e reparo de estruturas construídas. 

No Brasil, o concreto têxtil foi utilizado pela primeira vez em 2015. Na época, a Universidade Federal do Rio grande do Sul, localizada em Porto Alegre, esteve ao lado de uma delegação alemã da empresa Solidian para a implantação de um projeto nos laboratórios do Departamento de Engenharia Civil. E até hoje grandes resultados já foram obtidos nesta pesquisa que está a cargo do Laboratório de Ensaios e Modelos Estruturais da instituição.

passarela em Albstadt
Albstadt, concreto têxtil – imagem de Portal AECWeb

Fontes: Cimento Itambe, Tetracon Indústria, AEC WEB.

Conhece mais alguma aplicação? Conte para a gente nos comentários!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; especialista em Artes Visuais; estudante de Jornalismo Digital e proprietária da empresa Visual Ideias - Redação, Edição e Produção de Conteúdos.