Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenharia Física: aplicação de princípios e conhecimentos em equipamentos, produtividade e qualidade

por Redação 360 | 08/03/2022 | Atualizado em 09/05/2022

Depois de 5 anos cursando o bacharelado em Engenharia Física – onde foi possível ver disciplinas de matemática, física, química, computação e estatística, além de administração, economia, materiais, produção e além -, o profissional está pronto para o mercado. Mas você realmente consegue entender o que esse engenheiro faz? Pois saiba que sua pesquisa e atuação científica é bastante importante em nossa sociedade. Saiba mais no texto a seguir!

Engenharia Física
Imagem reprodução da TecMundo

A aplicação do conhecimento de Engenharia Física, na prática

Os engenheiros físicos utilizam o seu conhecimento na pesquisa e desenvolvimento de materiais e novas tecnologias. Tentando resumir, diríamos que seu trabalho faz praticamente uma ponte entre a pesquisa científica pura e a sua aplicação tecnológica. Por fim, isso acaba fazendo a diferença em setores como produção de componentes eletrônicos e elementos para sondas e exploração de diagnósticos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Outros que se beneficiam do conhecimento dos engenheiros físicos são os médicos e biomédicos que utilizam os equipamentos por eles desenvolvidos – no caso daqueles que utilizam raios lasers. E ainda devemos destacar as indústrias química e petroquímica, onde estes engenheiros se envolvem em projetos e testes de novos produtos.

Engenharia Física
Imagem reprodução da Técnico Lisboa – Universidade de Lisboa

As áreas de atuação dos engenheiros físicos

Claro que depois de formado, o engenheiro físico precisa ter seu registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) para poder exercer a profissão. Mas, depois disso, ele pode fazer muita coisa no mercado de trabalho. Veja os exemplos!

  • Planejamento e gerenciamento da produção de componentes eletrônicos empregados em exploração de diagnóstico nas áreas médicas.
  • Desenvolvimento de novas tecnologias na área de transmissão de dados.
  • Desenvolvimento de equipamentos e outros componentes para transmissão de energia elétrica, solar ou nuclear.
  • Criação de dispositivos que utilizam cerâmicas supercondutoras.
  • E projetos e ampliações de dispositivos de instrumentação óptica que utilizam raios lasers empregados na realização de diagnósticos e pesquisas biomédicas.
Engenharia Física
Imagem reprodução da Orientu

Veja Também: Física Quântica – um novo jeito de enxergar as leis naturais

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.