Engenharia 360

Engenharia de Alimentos: fabricação, conservação, estocagem e transporte de alimentos industrializados

Engenharia 360
por Redação 360
| 14/02/2022 | Atualizado em 10/03/2022 3 min

Engenharia de Alimentos: fabricação, conservação, estocagem e transporte de alimentos industrializados

por Redação 360 | 14/02/2022 | Atualizado em 10/03/2022

Não tem saída, precisamos de alimento para a nossa sobrevivência. Por isso mesmo é que a indústria de alimentos é tão grandiosa, é tão importante dentro da economia mundial. Mas é mesmo complicado lidar com a conservação de alimentos – seja de origem animal ou vegetal – ou mesmo a seleção da matéria-prima – como leite, carnes, peixes, legumes ou frutas – para produção de diversos produtos. E o trabalho vai além!

A Engenharia de Alimentos ainda faz o controle de qualidade final, define formas de armazenagem, acondicionamento e preservação de itens, elaboração de equipamentos e embalagens. Nos laboratórios, cria novas receitas, determina valores nutricionais; estuda cor, sabor e consistência de alimentos; tipos de conservantes a serem aplicados; e mais. Ou seja, há muito mercado para este setor da Engenharia! Saiba mais no texto a seguir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

engenharia de alimentos
Imagem reproduzida de Faculdade Católica Paulista – EAD

A crescente evolução da Engenharia de Alimentos

A indústria está como um todo, neste momento, dando saltos muito importantes. A pandemia deu um super empurrão neste sentido. Muitos setores – e o de alimentos foi um deles – que perceberam a importância da automação e da contribuição da robótica em parceria com os softwares. O que acontece agora é uma maior sofisticação nas linhas de produção, o que abre um campo maior de trabalho para os engenheiros de alimentos nas áreas de automação – obviamente -, de projetos agroindustriais e controle de qualidade.

Além de planejar e acompanhar a implantação de automação na linha de produção, definindo as condições em que os alimentos têm de ser processados, também precisa-se fazer o controle de qualidade da própria produção. Por exemplo, equipes, matérias-primas, e até os produtos finais da indústria. Nesse processo, são realizadas pesquisas e desenvolvimento de novos produtos ou o aprimoramento de produtos já existentes. Tudo isso é feito com base no reflexo dado pelo próprio mercado, o que, neste momento, explica alguns saltos ou mudanças significativas vistas nos últimos meses, sobretudo por conta da crise econômica e crise de recursos mundiais.

engenharia de alimentos
Imagem reproduzida de Engenharia 360

Outras atividades realizadas pelos engenheiros de alimentos

Os engenheiros de alimentos também fazem:

  • seleção de equipamentos;
  • coordenação de equipes laboratoriais;
  • estudam processos de conservação e embalagem;
  • avaliam a viabilidade econômica de uma nova indústria – considerando principalmente os custos;
  • definem formas de despejo, reciclagem e eventual reaproveitamento de resíduos gerados pela indústria alimentícia – sempre seguindo as leis de proteção ambiental, claro;
  • e até podem se envolver com as vendas de matérias-primas, aditivos e equipamentos para a indústria ao qual representa.
engenharia de alimentos
Imagem reproduzida de Revista Zunai

A Engenharia de Alimentos dentro da sala de aula

Os engenheiros de alimentos começam seus estudos na faculdade pelas noções básicas de matemática, computação e física. Depois, a grade de disciplinas começa a ser voltada às produções e conservação de vários tipos de alimentos, o que inclui assuntos como bioquímica e microbiologia de alimentos, técnicas de análise, aproveitamento de subprodutos e tratamento de resíduos. Por fim, ainda segue para assuntos também muito importantes para quem trabalha em qualquer um dos setores do comércio, base para um futuro profissional de sucesso na área de gerenciamento, que é economia e administração.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A saber, dentro do curso de Engenharia de Alimentos é exigido estágio. E o curso total tem duração mínima de cinco anos.

engenharia de alimentos
Imagem reproduzida de InfoEscola

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.