Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como os estádios e arenas de futebol avançaram com a Engenharia? | 360 Explica

por Guilherme Menezes | 08/02/2021

Os primeiros Estádios surgiram a cerca de 500a.C e até hoje são palcos de grandes espetáculos

Muito difícil conhecer alguma pessoa que nunca entrou ou passou em frente de um estádio ou arena. Essas construções estão voltadas principalmente para a realização de esportes, atualmente usadas também para a realização de eventos de categorias diversas.

Os primeiros estádios foram construídos para a prática dos jogos olímpicos, sendo que o primeiro foi o Estádio Panatenaico, por volta do ano 500 a.C onde ocorriam as Panateneas a cada 4 anos em celebração a deus Atena, com diferentes competições.

Vista do estádio Panatenaico
Imagem: Tudo sobre atenas

E podem acreditar este estádio existe até hoje, ele foi reformado para receber os jogos olímpicos de Atenas em 1896, sendo todo de mármore e em formato de U tem capacidade para 80mil espectadores. Em 2004, foi utilizado para as provas de tiro com arco e chegada da maratona.

E os outros estádios, como surgiram?

Os romanos construíram posteriormente aos gregos dois tipos de estádio, sendo eles em circo e anfiteatro. Cada um com sua finalidade, o em circo recebia a versão romana do hipódromo, onde os carros eram puxados por cavalos. No formato de anfiteatro é onde aconteciam as famosas lutas de gladiadores. Umas destas construções é o Coliseu de Roma. Porém, com a queda de muitas cidades, os estádios caíram em decadência, só retornando após muitos anos depois.

Foto da fachada do Coliseu de Roma
Fonte: Super Abril

Um dos primeiros estádios a ser construído após a retomada dos esportes foi o Melbourne Cricket Ground, na Austrália construído em 1854 atualmente com capacidade para 90 mil expectadores. Após isso, com a retomada dos jogos olímpicos, muitos estádios foram surgindo e com a prática de outros esportes também.

Foto aérea do Melbourne Cricket Ground
Fonte: austadiums

Mas o que a engenharia tem a ver com os estádios?

A engenharia está diretamente ligada a eles, já que as estruturas são dimensionadas para atender os usuários com conforto e segurança. Porém, para o dimensionamento desses estádios, as análises são um pouco mais complexas, já que tem que ser considerados diversos outros fatores. Um deles é a movimentação da torcida, que gera um carregamento dinâmico.

Com o avanço tecnológico e as diversas novas formas de métodos construtivos, os estádios e arenas tiveram grandes soluções de engenharia e arquitetura complexa. É necessário realizar uma análise dinâmica devido as solicitações e cargas que as estruturas estarão submetidas cada estádio é implantado uma solução para absorver esta carga dinâmica.

Atualmente, os estádios e arenas são dimensionados cada vez mais para atender uma quantidade maior de espectadores com conforto e segurança e para poder sediar não apenas um só tipo de evento, sendo assim necessária a utilização de diversas soluções.

Quais os maiores estádios?

Chegamos ao esporte que os brasileiros amam, o futebol! Segue uma lista com os 5 maiores estádios de futebol no mundo.

Em quinto lugar temos o Rose Bowl que possui este nome devido aos mais de 100 tipos de rosas plantadas ao redor do estádio. Localizado em Pasadena, nos Estados Unidos, sua capacidade é de 90.888 espectadores.

Em quarto lugar vem o FNB- Soccer City, localizado em Johanesburgo na África do Sul. Foi o principal local da Copa de 2010 e em 1990 foi palco para um dos mais importantes discursos de Nelson Mandela. Sua capacidade é de 94.736 pessoas.

Em terceiro, lugar temos o Camp Nou, que também é o terceiro estádio do time de futebol FC Barcelona. Ele carrega este nome pois sua tradução significa “campo novo”, possuindo não apenas o campo de futebol e arquibancada, como também parte administrativa, museu do clube e dormitórios para os jogadores da categoria de base, comportando 99.354 espectadores.

Em segundo lugar vem o Melbourne Cricket Ground, localizado em Melbourne na Austrália. Foi construído para o Futebol Australiano, isto mesmo, não foi para o nosso conhecido futebol. Sua capacidade é de 100.024 pessoas.

E por fim chegamos ao maior estádio do mundo, que leva o nome de Primeiro de Maior Rungrado, localizado em Pyongyang, na Coréia do Norte. Sua capacidade oficial é de 114.000 pessoas, porém números não oficias dizem que sua capacidade chega a 150.000 espectadores. Apesar de ser um estádio de futebol, os eventos nos quais recebe a maior quantidade de público são eventos comemorativos e militares.

A tecnologia nos estádios

Então, só de imaginar a quantidade de pessoas dentro destes estádio e após esta lista dos maiores estádios do mundo, chegando até 114 mil de espectadores em números oficiais, podemos imaginar que são necessárias diversas análises estruturais. Porém, as soluções tecnológicas não são apenas para fazer a estrutura suportar a carga solicitante. Veja alguns exemplos:

AT&T Stadium

Este estádio possui diversas soluções tecnológicas, ele é o quarto maior estádio da NFL, que é a liga de futebol americano, possuindo uma capacidade de 80.000 espectadores e o maior espaço sem colunas e pilares do mundo.

Imagem aérea do interior do AT&T Stadium
Imagem: Lance

Além disso, possui duas portas de vidro a 36 metros de altura, fazendo a cobertura do campo. São as maiores portas de vidro elétricas do mundo. E, para finalizar, ainda possui um dos maiores e mais tecnológicos telões, o qual é localizado no centro do estádio.

Sapporo Dome

Este estádio pode ser difícil de acreditar, mas é a sede de dois clubes de esportes distintos. Um deles pratica o baseball e o outro futebol.

Já deu para imaginar quão complicado um mesmo estádio comportar dois times que praticam esportes diferentes? Mas isto não foi problema, a solução tecnológica adotada foi possuir um gramado natural para receber os jogadores de futebol.

Esse gramado constantemente recebe a luz do sol e os tratamentos adequados. Para isso, o campo se locomove, saindo do estádio e voltando. Já para a pratica do baseball, é utilizado um gramado artificial, o qual é montado rapidamente depois do campo de futebol ter se deslocado para a lateral externa do estádio.

Imagem aérea da parte externa do Estadio Sapporo Dome
Fonte: Portal do Rugby

Allianz Arena

Este estádio localizado em Munique, na Alemanha, possui a capacidade para 75.000 espectadores. Ele possui o Museu do time Bayern Munchen, e é muito conhecido pois é o primeiro estádio do mundo capaz de mudar suas cores externas, proporcionando um grande espetáculo.

Fachada do estádio Allianz Arena
Fonte: Bayern.com

E o que podemos esperar?

A cada campeonato, olimpíadas ou copa do mundo, novos estádios e arenas são construídos e soluções de arquitetura e engenharia surgem, não nos deixando esquecer da importância da sustentabilidade. Desta maneira, podemos esperar grandes projetos que estão por vir, alguns serão usados na copa do mundo no Qatar em 2020, por exemplo, como o Education City Stadium, que nós já falamos aqui no Engenharia 360. Outros três estádios que serão palco para os jogos da Copa do Mundo de 2022 são:

AL Rayyan

O estádio carrega o nome da segunda cidade mais populosa do Qatar. Com capacidade para 40.000 lugares, possui em sua fachada uma arquitetura que se assemelha com as dunas de areias e fará parte de um empreendimento que possui o maior shopping center do país. O estádio se conectará à capital por uma linha de metrô e que, após a copa do mundo, terá metade da sua estrutura removida e doada.

Fachada do estádio al rayyan
Fonte: Fifa

Ras Abu Abound Stadium

Esse estádio possui um novo conceito, trazendo inovação e sustentabilidade. Sua construção está sendo realizada por contêineres. Isso significa que o estádio pode ser desmontado e transferido para qualquer local. Além disso, o uso dos contêineres reduz a quantidade de materiais de construção, gerando menos resíduos.

Imagem 3d de navio carregando conteineres para modulação do estádio ras abu
Imagem: QATAR22

O Estadio terá capacidade para 40.000 assentos removíveis e ficará localizado a beira-mar.

Imagem 3d da fachada do estadio ras abu
Imagem: QATAR22

Al Bayt Stadium

Esse estádio fará parte de um complexo que terá shopping, parque e até mesmo um hospital. Terá capacidade para 60.000 lugares e a aparência de uma tenda, possuindo um teto retrátil e tecnologia capaz de resfriamento interno no momento em que o teto estiver fechado.

Fachada do Al bayt Stadium
Fonte: QATAR22

Pensando na sustentabilidade, o estádio, feito de estrutura modular, será reduzido a uma capacidade de 32.000 lugares após a Copa do Mundo. Suas peças removidas serão enviadas para países que não possuem infraestrutura nos estádios.

E assim terminamos um pouco da história dos estádios e seus avanços com a engenharia e percebemos que, desde o primeiro, nas Olimpíadas em Atenas, até que estão por vir, mudou muita coisa, não é mesmo?

E você, sabe de algum outro estádio interessante? Curta e deixe seu comentário! V

Comentários

Engenharia 360

Guilherme Menezes

Engenheiro Civil, nascido e criado em São Paulo. Atua na área de projetos de Infraestrutura, estruturas e portuária. Se interessa por economia, atualidades e inovação.