Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como assim? Bill Gates sugere que os robôs sejam taxados como trabalhadores

por Bernardo Lopes Frizero | 23/03/2017
Copiado!

Em uma recente entrevista a um portal de notícias norte americano, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deu uma declaração bastante polêmica: “Os robôs que substituem trabalhadores humanos devem pagar impostos equivalentes aos impostos sobre o rendimento de um trabalhador”.

Gates argumenta que esses impostos, pagos pelos donos ou fabricantes de robôs, seriam usados ​​para ajudar a reforçar a reciclagem da força de trabalho. Ex-trabalhadores, motoristas e outros empregados seriam transferidos para serviços de saúde, educação ou outros campos onde os trabalhadores humanos permanecerão vitais. Gates ainda sugere que a política iria intencionalmente “diminuir a velocidade da adoção um pouco”, dando mais tempo para gerenciar a transição homem-máquina mais ampla.

Crédito: Raw Story

+Opiniões contrárias

Mas essa tese já começou a mostrar falhas segundos alguns críticos totalmente contrários a “ideia”. Como explica Gates, “as pessoas estão dizendo que a chegada desse robô é uma perda líquida”, exigindo um maior envolvimento ativo com o treinamento profissional e outros programas que visam as comunidades afetadas.

Ainda de acordo com ele, o impacto da robótica e da inteligência artificial nos próximos 20 anos será uma versão muito mais concentrada do deslocamento estável e incremental do que era comum ao longo dos anos até então. O mercado por si só não será capaz de lidar com a velocidade dessa transição e muito do potencial para colocar a mão-de-obra livre para uma melhor utilização será no setor público.

Crédito: Quartz

Ainda mais importante, Gates diz que a automação não irá prosperar se o público resistir a sua evolução. “É realmente ruim, as pessoas em geral têm mais medo sobre o que a inovação vai fazer do que elas têm entusiasmo. A tributação é certamente uma maneira melhor de lidar com isso do que apenas banir alguns elementos dele. “

Em outras palavras, Gates, acredita que se a automação não beneficia claramente todos os membros da sociedade, poderia gerar algum tipo de restrição a tecnologia muito mais severa do que qualquer imposto.

Finalizando sua opinião, Bill Gates foi bastante incisivo. “Se você não acredita, basta olhar ao redor. A crença generalizada de que os benefícios da globalização foram mal ou injustamente geridos levou diretamente a um ressurgimento político para os fãs de tarifas. A mesma dinâmica pode se repetir se a automação não for implementada corretamente”.


Fonte: Forbes

Copiado!

Comentários