Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

5 prédios que parecem fisicamente impossíveis | Lista 360

por Matheus Felipe | 26/07/2020
Copiado!

Com criatividade, planejamento e muito trabalho, nada parece ser impossível para a engenharia

Passamos anos da nossa vida acadêmica estudando física, a gravidade e o equilíbrio. E então aparecem alguns engenheiros e arquitetos que colocam em xeque tudo aquilo que consideramos possível dentro das leis físicas com suas construções nada convencionais. Já vai se preparando porque hoje a nossa lista não é nem um pouco normal, vamos conhecer os 5 prédios que parecem fisicamente impossíveis.

Você vai se impressionar com tamanha criatividade e ousadia dessas construções.

1 – Torres Puertas de Europa

As Torres Puertas de Europa
Puertas de Europa. Imagem: JCassiano via flickr.com

Vamos começar pelos primeiros arranha-céus inclinados do mundo: as Torres Puertas da Europa. Também conhecidas por Torres KIO, elas estão localizadas na capital da Espanha, Madri.

Construídas entre 1989 e 1996, as torres possuem 114 metros de altura e uma inclinação de 15° com a vertical. A inclinação é tamanha que os elevadores só conseguem chegar até o 13° andar, dos 26 pisos existentes.

A impressão que se dá ao observar é que podem cair a qualquer momento, contudo, mesmo após décadas de sua construção, elas continuam firmes e fortes. Assim esperamos né…

2 – Edifício Celanese

Prédio Celanese visto de baixo
Prédio Celanese. Imagem: mxcity.mx

Projetado pelo arquiteto Ricardo Legorreta, o edifício Celanese impressiona pelo fato de estar sobre uma base tão pequena quando comparado com seus 12 andares. No entanto, mesmo estando localizado na cidade do México, região propensa a terremotos, não há riscos de desabamento.

Construído em 1968, a torre de escritórios precisava ser moderna, funcional e, principalmente, resistente aos abalos sísmicos. O resultado foi essa obra encantadora que possui uma verdadeira coluna dorsal no centro, responsável por ancorar toda a construção no solo. O restante do edifício em torno desse centro é extremamente leve, o que permite que a estrutura sobreviva.

3 – American Copper

American Copper
American Copper. Imagem: Acroterion, wikipedia.com

Esses edifícios, que um parece estar “pegando pela cintura” seu companheiro, são os American Copper Buildings, projetados pelo escritório SHoP Architects. Localizados em Nova York, Estados Unidos, os prédios abrigam 761 apartamentos de aluguel residencial, divididos entre os 48 e 41 andares de cada um.

Um dos grandes diferenciais dos American Copper é a passarela suspensa a 90 metros do chão que os ligam. Mas não para por aí, além de ser um caminho entre as torres, a passarela possui até uma piscina. Já pensou tomar um banho de piscina tendo como vista a cidade de Nova York? Nada mal.

Jones, diretor da empresa responsável pela construção, conta que um dia receberam uma ligação desesperada dos bombeiros dizendo: “Os edifícios estão desmoronando!”, comentou o chefe dos bombeiros. Jones respondeu com uma gargalhada: “Eles são assim mesmo!”

4 – Lou Ruvo Center

Lou Ruvo Center
Lou Ruvo Center. Imagem: arquiteturanaestrada.com.br

Esse prédio que parece estar desmoronando é o Centro Lou Ruvo de Saúde Cerebral, localizado em Las Vegas, Estados Unidos. O arquiteto, Frank Gehry, o projetou para representar a complexidade do cérebro humano. Inaugurado em 2010, seu custo foi cerca de 100 milhões de dólares. No entanto, parte do dinheiro foi levantado de doações.

Os donos da clínica afirmam que as formas onduladas do edifício influenciam positivamente pacientes que sofrem de doenças neurológicas, como Alzheimer e Parkinson.  Olhando pelo lado de dentro, a impressão que se tem é que paredes e teto estão prestes a cair sobre sua cabeça.

5 – Universidade OCAD

Universidade OCAD
Universidade OCAD. Imagem: ocadu.ca

Fala sério, quem não gostaria de estudar em uma universidade como essa?! O edifício que mais parece ter vindo de um filme infantil é o Sharp Center, uma extensão do prédio principal da universidade OCAD, em Toronto-Canadá.

Construído em 2004, o edifício está a uma altura de 9 andares e proporciona uma bela vista da cidade. Mas o que mais chama a atenção é o fato da estrutura parecer uma simples caixa sendo equilibrada por alguns palitos gigantes. Esse design inovador e arrojado é responsável por atrair a atenção de muitos jovens para a universidade.

Construções incríveis e inovadores como essas que vimos, mostram um pouco do que a engenharia e arquitetura são capazes de criar. Imagine o quão complexo deve ser construir edifícios que fogem do padrão “normal” das edificações e que parecem ser fisicamente impossíveis.

Brincadeiras à parte, sabemos que esses prédios foram exaustivamente pensados e calculados por profissionais altamente capacitados, ao ponto de não correrem nenhum risco de falhas estruturais. Alguns inclusive, devido aos seus designs diferentes, conseguem ser mais resistentes e seguros em situações extremas, como durante terremotos.

São provas de que com criatividade, planejamento e muito trabalho, nada (ou quase nada) é impossível para a engenharia.

Quer conhecer mais construções incríveis da engenharia? Vou deixar algumas de nossas matérias aqui para você:

Fontes: ArchDaily, Wikipédia, Incrivel.club

Gostou desses prédios que parecem fisicamente impossíveis? Comenta aqui em baixo o nome de algum que merecia estar nesta lista!

Copiado!
Engenharia 360

Matheus Felipe

Engenheiro Civil em formação na UFMT. Criador do Gama Engenheiros (@gama.engenheiros), produtora de conteúdo digital. Pesquisador, redator, sonhador, apaixonado por futebol e engenharia. Seu propósito de vida é ajudar pessoas.

Comentários