Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

18% dos brasileiros gostariam que os filhos cursassem Engenharia

por Clara Ribeiro | 17/07/2015
Copiado!

Architect rolls and house plans
Os pais brasileiros ainda preferem as carreiras tradicionais. Isso foi o que comprovou um estudo realizado pelo banco HSBC. A preferência por Engenharia, Medicina e Direito no Brasil é de nove em cada dez pais do Brasil, maior que a média mundial, que é de 83%.
Medicina é o curso mais sonhado para os filhos ingressarem, com 23%, Engenharia tem 18% da preferência nacional, e Direito, 12%. A falta de organização das finanças seria o maior motivo para esse resultado, de acordo com Augusto Miranda, diretor de Gestão e Patrimônio do HSBC.
Para ele, os chefes de família imaginam que essas profissões são mais consolidadas no mercado de trabalho e por isso, oferecem menos riscos. Esse dado é constatado também pelo fato de 83% dos pais desejarem que uma profissão diferente das suas para os filhos.
A necessidade de uma formação no Ensino Superior também foi avaliada pela pesquisa. 89% dos pais brasileiros considera o diploma universitário “essencial” para sucesso profissional, e 88% estão dispostos a financiar toda ou parte da graduação dos filhos. A média global é de 95% dos pais. Segundo Miranda, há o desejo de que os filhos tenham boas carreiras, porém, falta um planejamento para a educação básica ou complementar, como por exemplo, o intercâmbio.

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários