Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

USP desenvolve caminhão que dirige sozinho

por Larissa Fereguetti | 13/08/2015
Copiado!

Os grandes projetos tecnológicos nem sempre surgem somente de grandes empresas. Muitos projetos nascem em universidades, nas iniciações científicas ou naquele simples projeto de uma disciplina que depois acaba virando algo maior.

As parceiras entre empresas e universidades para desenvolver algo são cada vez mais comuns. Foi o que aconteceu no projeto desenvolvido pela Scania e pela USP, que teve como resultado o protótipo de um caminhão autônomo.

O caminhão autônomo teve participação dos pesquisadores da Escola de Engenharia de São Carlos e do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação. A tecnologia foi aplicada a um caminhão Scania G360 6×4. A parceria entre a Scania e a USP começou em 2013. Além de professores, há estudantes de graduação e pós-graduação envolvidos nas pesquisas.

Imagem: usp.com.br-blog-da-engenharia

Imagem: usp.com.br

O objetivo do projeto foi desenvolver um caminhão que seja capaz de ter autonomia ao fazer seus percursos, além de gerar material científico para o meio acadêmico. O investimento foi de 1,2 milhão de reais e a Scania forneceu dois caminhões para o projeto.

Se você está preocupado com o fato de ver caminhões andando sozinhos por aí, pode ficar tranquilo. O objetivo não é substituir os motoristas por um sistema autônomo, mas utilizar o sistema para auxiliar os motoristas.

O caminhão foi acoplado com pequenos motores e circuitos para que o sistema autônomo possa ter o controle dos movimentos. Com isso, é possível controlar o volante, os freios e a velocidade. E como o caminhão já possui câmbio automático, não foi necessário alterar o trem de força.

Imagem: g1.globo.com-blog-da-engenharia

Imagem: g1.globo.com

O caminhão segue uma rota virtual pré-definida. GPS, câmeras e sensores foram usados para atuar como os sentidos humanos. Um computador reúne todas as informações e interpreta, dando o comando necessário para o veículo.

Para garantir a viabilidade do projeto foi necessário encontrar soluções de baixo custo. Afinal, não adianta desenvolver um projeto que não terá aplicação por ser economicamente inviável. Assim, alguns itens tiveram que ser substituídos por outros mais baratos, como os sensores que, ao invés de serem a laser, foram usados radares.

Vencido o desafio do custo, o problema foi outro: criar programas de computador que fossem capazes de interpretar as informações reunidas. O programa deve ser capaz de interpretar rapidamente e escolher a ação que será realizada.

Imagem: icmc.usp.br-blog-da-engenharia

Imagem: icmc.usp.br

Por enquanto, o protótipo do caminhão só circula pelo campus da USP. A ideia é de que o sistema autônomo possa assumir o comando em rodovias e retomar o comando ao motorista nas vias urbanas, onde o trânsito é mais complicado. Vale ressaltar que o sistema desenvolvido é voltado para a realidade das estradas brasileiras.

Fora do Brasil, o Freightliner Inspiration Truck, caminhão autônomo da Mercedes, obteve, recentemente, licença para uso em estradas públicas no estado de Nevada (EUA). No ano anterior, o Mercedes-Benz Future Truck 2025 rodou em um trecho de uma rodovia na Alemanha. O sistema deste último foi adaptado para as estradas dos Estados Unidos e implantado no Freightliner.

A Mercedes-Benz prevê que a condução autônoma melhorará a segurança no trânsito, já que o sistema é de grande auxílio ao motorista, além de ter mais eficiência no consumo de combustível, menores emissões de gás carbônico e menores custos de manutenção do veículo. Ainda, há estudos que indicam que o uso de um sistema autônomo reduz o estresse dos motoristas.

Referências: USP; Mercedes-Benz.

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários