Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Carreira: 10 cargos promissores para engenheiros

por Clara Ribeiro | 01/10/2015
Copiado!

gerentedevendas-blog-da-engenharia
Diante da pior crise econômica sofrida pelo Brasil em 20 anos e sem previsão para ter a estabilidade retomada, os números do desemprego são os que mais crescem: no segundo trimestre deste ano a taxa fechou em 8,3%, a maior desde que o IBGE começou a fazer essa análise*, em 2012.
E com demissões rolando soltas o momento não tem sido dos mais motivadores para profissionais de diversas áreas. Para os engenheiros, setores como indústria, construção civil, petróleo e gás, a situação que tem sido mostrada é de intensa recessão.
Contudo, é importante saber que há áreas promissoras, sim, mesmo em tempos difíceis, que surgem com bastante demanda e com ótimas remunerações. Algumas renomadas consultorias de RH mostram que há setores da engenharia que seguem com boas oportunidades e salários altos.
Confira abaixo 10 cargos, assim como seus salários e funções, que prometem boas possibilidades de crescimento:

+ Gerente de pós-vendas

Cara a cara com o forte recuo na economia, a venda de novos produtos não tem sido fácil, por isso, as empresas buscam lucrar com pós-venda, garantindo também o estreitamento da relação com os clientes.

Salário médio: 14 mil reais a 17 mil reais.

engenheiros-blog-da-engenharia

+ Gerente de eficiência operacional

Neste cargo o engenheiro será responsável pela modificação ou aprimoramento de cultura da organização. É uma função que ajudará na redução de custos e como a nomenclatura diz, tornar as operações mais eficientes.
Salário médio: de 15 mil reais a 18 mil reais.

+ Gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente

A gerência do plano de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA) e suporte técnico para aprimorar processos de olho na sustentabilidade é uma função super em alta. As empresas estão cada vez mais atentas aos impactos à natureza e buscam um profissional dedicado a potencializar recursos. 
Salário médio: de 17 mil reais a 21 mil reais.

+ Engenheiro de Segurança no Trabalho bilíngue

O profissional responsável por esse cargo é essencial em todas as empresas, pois ele executa as condições legais e regulamentares sobre segurança e medicina do trabalho. Experiência com certificações ISO e Normas Regulamentadoras é requisitos para o cargo, assim como a fluência em inglês.
Salário médio: de 7 mil reais a 9 mil reais.

cargospromissores-blog-da-engenharia

+ Engenheiro de manutenção

As instituições tem o foco em aperfeiçoar processos, desta forma apostam em posições estratégicas de back office, responsáveis por melhorar a efetividade das operações e diminuir os custos.
Salário médio: de 12 mil reais a 16 mil reais.

+ Engenheiro de processos

A crise não permite às empresas que tenham custos supérfluos. Este profissional estuda para aumentar a qualidade do produto, melhoria da mão de obra e, ao mesmo tempo, evitando desperdícios e reduzindo gastos.
Salário médio: de 6,5 mil reais a 9 mil reais.
engenheirocivil-blog-da-engenharia

+ Engenheiro de automação e controle

Através de tecnologias específicas quem ocupar esse cargo desenvolverá projetos de automação industrial e predial. Com sistematização tem a capacidade de descobrir e harmonizar soluções que abate custos e aprimora processos.
Salário médio: 7.500 reais

+ Engenheiro de software

Hoje em dia nada se resolve fora da internet. Tal advento provoca a melhoria e rapidez de projetos e interconecta diferentes produtos e plataformas através de softwares avançados e especializados. A demanda por estes profissionais é altíssima e engloba de startups focadas a indústria automotiva.
Salário médio: 8 mil reais
engenheiroenergia-blog-da-engenharia

+ Engenheiro de projetos de energias renováveis

O setor de energias renováveis está em alta. Este profissional fará projetos de parques eólicos e/ou PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas). É essencial analisar aviabilidade econômica do projeto, e seu real potencial de geração de energia.
Salário médio: de 14 mil reais a 22 mil reais, variação é de acordo com o nível.

+ Engenheiro especializado em energia eólica

A forte crise hídrica no Brasil e no mundo eleva as oportunidades no mercado de energia limpa. O engenheiro pode atuar na pré-operação, realizando estudo de solo, viabilizando a implantação dos aerogeradores e também durante a operação do parque eólico e depois, fazendo testes e análises.
Salário médio: 10 mil reais a 16 mil reais, variação depende do nível.

* Os dados compõem a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua).

Fonte: Exame.com

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários