O que é abatimento de solo na Engenharia?

Imagem reproduzida de TSL - Engenharia, Manutenção e Meio Ambiente_clipdrop-enhance

Uma das etapas mais importantes de uma obra é o tratamento do terreno que servirá de base para a construção que se deseja realizar. Esse processo é chamado de abatimento de solo, que envolve várias etapas de correção dessa superfície , por assim dizer, com base em um projeto de Arquitetura e Engenharia. Agora, não podemos nos esquecer de que isso pode, se não bem pensado, planejado, comprometer o meio ambiente. Saiba mais no texto a seguir!

O que é abatimento de solo?

Abatimento de solo, como dito antes, é um processo de trato da superfície de solo de um terreno; isso engloba a remoção de camadas de terra, por exemplo. E a motivação disso deve ser a construção de uma nova estrutura na área, quando se constate a necessidade da criação de um platô ou um nível plano de solo. E esse abatimento de solo pode ser feito de modo manual ou utilizando máquinas especializadas, como escavadeiras e retroescavadeiras.

Imagem reproduzida de TSL – Engenharia, Manutenção e Meio Ambiente

Por que o abatimento de solo é importante?

O abatimento de solo permite, na engenharia, que se possa preparar o solo para ficar plano e estável para obras de diversas finalidades. Eis alguns exemplos:

  • construção de estruturas de Arquitetura e Engenharia;
  • criação de jardins detalhados em projetos paisagísticos;
  • criação de espaços de lazer;
  • remoção de camada de solo contaminado;
  • ou criação de espaços para armazenamento de água em áreas que sofrem com a seca.
Imagem reproduzida de Mundo Educação – UOL

Como o abatimento de solo impacta o meio ambiente?

O processo de abatimento de solo precisa ser muito bem estudado pelos especialistas, pois deve sempre impactar significativamente o meio ambiente, sobretudo da forma como é feito e do tamanho da área afetada. São possíveis consequências:

  • destruição de habitats, com a perda de espécies de plantas e animais, que pode levar a interrupção das cadeias alimentares;
  • erosão do solo e perda de nutrientes devido à exposição do mesmo a ventos e chuvas fortes;
  • ou ainda exposição a contaminantes, que podem se infiltrar no solo na água subterrânea e afetar a qualidade da água;
  • e o comprometimento da umidade, temperatura e outros aspectos do microclima local, mais uma vez impactando a vegetação e os animais habitantes da área.
Imagem reproduzida de Igeológico
Imagem reproduzida de ResearchGate
Imagem reproduzida de ResearchGate
Imagem reproduzida de Blog Syngenta Digital

Veja Também: O que são movimentos de massa e como prevê-los?

Quais medidas podem ser tomadas para diminuir o abatimento de solo?

Só há um caminho para minimizar os impactos ambientais que é através da adoção de práticas de gestão ambiental responsáveis e tomar medidas para restaurar o solo e a vegetação afetados. Por exemplo, incentivar a utilização de técnicas construtivas que minimizem a necessidade de abatimento de solo, como construir edifícios elevados ou utilizar estruturas flutuantes. Além disso, técnicas que permitam reutilizar o solo removido, como aterros sanitários.

Também faria grande diferença a construção de terraços, jardins e o plantio de coberturas vegetais, protegendo o solo contra a erosão e a perda de nutrientes. Mas claro que nada disso é possível sem a devida educação da sociedade, conscientizada sobre a importância de tratar o solo com respeito. Isso inclui refletir sobre os impactos do abatimento de solo. E é claro que, junto disso, é preciso os governos implementarem leis e regulamentações que restrinjam esta prática em áreas sensíveis e estimulem a conservação da natureza existente.


Fontes: Ecivil.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Simone Tagliani: Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais, Jornalismo Digital e Marketing Digital; estudante de Gestão de Projetos; e proprietária da empresa Visual Ideias.
Disqus Comments Loading...