Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Pronatec, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego

por Engenharia 360 | 19/11/2014
Copiado!

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego é uma iniciativa do governo federal, cujo intuito é democratizar e ampliar a quantidade d e profissionais técnicos no mercado, em virtude da demanda das grandes indústrias que não conseguem completar o quadro de funcionários, devido à falta da mão-de-obra qualificada.
logo_pronatec

Quem pode participar?

O programa divide o público-alvo em 3 categorias. O primeiro caso é reservado para estudantes do ensino médio. O segundo destina-se para aqueles que já concluíram o segundo graus. E por último, os trabalhadores que buscam capacitação inicial e continuada, também podem participar. Entretanto, o tempo de conclusão é diferente para cada um desses casos. Por isso, é importante consultar demais informações no site oficial do Pronatec.

Iniciativas

No âmbito federal, o programa são de 350 instituições participantes. O candidato pode participar, gratuitamente, de cursos em entidades como Senai, Senac, Sesi, entre outras. Mas, se o estudante optar por realizar a sua formação em uma unidade privada, pode contar com o auxílio do Fies Técnico e Empresa, que custeia o curso. Essa modalidade também vale para indústria que buscam pela a profissionalização de seus funcionários. As oportunidades não param por aí, pois ainda há possibilidade de participar da bolsa-formação, que também oferecem cursos gratuitos em instituições que cobram pelo ensino.
pronatec


Saiba mais sobre cursos técnicos aqui.


Onde fazer?

Na página oficial constam as informações relacionadas às instituições participantes, bem como os municípios em que elas estão estabelecidas. Ainda há um guia que divide as opções por Ambiente e saúde, Gestão de Negócios, Controle e Processos Industriais, Infraestrutura, Desenvolvimento Educacional e Social, Produção Alimentícia, Informação e Comunicação, Recursos Humanos, Segurança, Produção Cultural e Design, Recursos Naturais, Produção Industrial e Turismo, Hospitalidade Lazer. Dessa maneira, o candidato pode escolher os cursos, segundo às categorias relacionadas.

Carga horária?

Essa questão é relativa, pois depende muito do curso, bem como em que categoria o candidato se enquadrou, pois para os trabalhadores a duração média é de 2 meses. Para os que concluíram o ensino médio o prazo é de 1 ano, mas para quem ainda está cursando, esse limite pode ser superado, ou seja, pode chegar a 1200 horas de curso. Todavia, há uma carga mínima de 160 horas, por isso é importante verificar a opção escolhida e a modalidade em que o interessado se encaixa.
PRONATEC-2015-expectativas-vagas-e-inscrições-01

Onde fazer a inscrição?

Todo o processo ocorre online, na página oficial do Pronatec. É importante que o candidato fique atento ao calendário dos cursos, pois dessa maneira fica mais fácil participar do processo, sem perder o prazo. Na plataforma, o estudante seleciona o estado, o município, a escolaridade, a instituição e a turma. Depois, é só clicar em pesquisar e aguardar o processamento para seguir à diante.

Cenário de profissionais técnicos no Brasil

A falta de mão-de–obra qualificada ainda é um entrave para as indústrias brasileira, em virtude disso, o governo federal pretende colocar no mercado mais de 5 milhões de profissionais qualificados. Em função da escassez, há técnicos ganhando bem mais do que profissionais graduados no ensino superior e isso também tem atraído a atenção dos estudantes do ensino médio, que junto com a conclusão dos estudos, também buscam pela profissionalização.
[youtube //youtu.be/Ly6tWFMZnuc]
Texto patrocinado por: FazerEngenharia.com
selo-patrocinado

Copiado!
Engenharia 360

Engenharia 360

Engenharia para todos.

Comentários