Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenharia 360

Primeiro trem do monotrilho de São Paulo já está em fabricação e deve começar a circular em 2013

Engenharia 360
por Eduardo Mikail
| 21/12/2012 2 min

Primeiro trem do monotrilho de São Paulo já está em fabricação e deve começar a circular em 2013

por Eduardo Mikail | 21/12/2012
Copiado!
Linha 15-Prata terá capacidade para transportar 48 mil passageiros por hora, o maior monotrilho do mundo segundo a Bombardier

O primeiro trem do monotrilho (veículo semelhante ao metrô, mas de via elevada e que utiliza apenas um trilho) já está sendo fabricado na cidade de Hortolândia, no interior de São Paulo, e, paralelamente, na cidade de Kingston, no Canadá. A composição terá sete vagões, com capacidade para até mil passageiros no total. Os dois primeiros são protótipos fabricados na matriz da canadense Bombardier. Cada trem deve medir, aproximadamente, 85 m de comprimento e 3 m de largura.

Maquete em tamanho real do monotrilho instalada na fábrica da Bombardier, em Hortolândia, no interior de São Paulo

Os protótipos devem entrar em fase de testes já em fevereiro de 2013, quando serão colocados em uma linha na própria fábrica para simulação de funcionamento, análises em toda sua rede elétrica e avaliações de desempenho de circulação na via, como aceleração, frenagem e simulação de peso dos passageiros. Todas as 54 composições (378 vagões) devem estar prontas em 2016 e a previsão é de que a primeira esteja pronta em abril do ano que vem.
De acordo com a Bombardier, foi utilizada uma tecnologia da aeronáutica para a produção dos trens, que têm estrutura de alumínio e estrados de aço carbono. Segundo o diretor de comunicação da empresa, Luís Ramos, “essa tecnologia permitiu a redução de peso do veículo de forma significativa, fazendo dele 30% mais leve que os trens convencionais. O peso economizado será compensado com passageiros”, diz.
O monotrilho terá capacidade de transportar 48 mil passageiros por hora, nos dois sentidos, a uma velocidade de aproximadamente 40 km/h. Segundo Ramos, atualmente, “o maior monotrilho do mundo, que fica na China, atende a apenas 30 mil passageiros por hora”.
Assim como os trens da Linha 4-Amarela do metrô, o monotrilho terá condução automática (sem a utilização de um operador dentro do trem), ar-condicionado e câmeras internas de vigilância.
Com passagem livre entre os veículos, o intervalo médio entre os trens deve ser de 75 segundos. No total, a linha terá 17 estações, entre a Vila Prudente e a Cidade Tiradentes, na Zona Leste da capital paulista, num total de 24,5 km de linha. Há estudos para uma 18ª estação, no bairro Ipiranga, que poderá estender a via para 25,8 km.
De acordo com o metrô, já estão sendo construídos 2,9 km de via entre as estações Vila Prudente e Oratório, com previsão de término das obras para o segundo semestre de 2013. A Linha 15-Prata começa a funcionar a partir do final de 2013 e a previsão é a de que as 17 estações estejam em funcionamento em 2016.

Mapa da Linha 15-Prata do monotrilho, que terá 17 estações em funcionamento em 2016


 

Copiado!
Engenharia 360

Eduardo Mikail

Engenheiro Civil, empresário e empreendedor digital. É fundador do Engenharia 360 e sócio-fundador da Bronks content., produtora de conteúdo e projetos digitais. Formado em Engenharia Civil e Administração com especialização em Marketing pela ESPM, já trabalhou em uma das maiores construtoras do país e hoje está à frente da Mikail Arquitetura e Engenharia. Interessado por tecnologia, iGadgets e nas horas vagas curte viagens, música e fotografia. Segue lá no Instagram @eduardomikail

Artigo Anterior
Próximo Artigo

Comentários