Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Ônibus elétrico movido a energia solar começa a rodar em Florianópolis

por Clara Ribeiro | 16/01/2017
Copiado!

Santa Catarina é o estado brasileiro mais engajado quanto ao uso de energias renováveis, principalmente quando se trata de mobilidade urbana. Já falamos por aqui, ainda em 2o15, sobre um ponto de ônibus super tecnológico na capital catarinense, que conta com painéis fotovoltaicos e carregadores de dispositivos móveis.

A novidade agora, quase um ano depois, é sobre um ônibus sustentável. Trata-se do primeiro ônibus elétrico com tecnologia brasileira de baterias alimentadas por energia solar (fotovoltaicas) e que começou a rodar na cidade em dezembro de 2016.

onibus-eletrico-thiago-terci-blog-da-engenharia
O veículo foi desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC e passou a rodar no trajeto de 25,3 quilômetros entre dois campus da UFSC, no Sapiens Parque, em Canasvieiras, no norte da ilha, e o Campus Central. De acordo com o professor da universidade, Ricardo Rüther, o objetivo é demonstrar como é viável e sustentável aliar a tecnologia limpa e proporcionar sensível ganho de tempo e eficiência quando se faz uso de transporte coletivo inteligente.

Mobilidade urbana mais sustentável e produtiva

Além de beneficiar o meio ambiente, a adoção de um ônibus como este pode melhorar a produtividade durante o trajeto que o veículo faz. Isso porque ele tem, digamos, instrumentos que facilitam essa atitude. Como? “Com mesas de reunião, wi-fi, tomadas de energia e saídas USB, é possível, durante a viagem, trabalhar e, consequentemente, ser mais eficiente e produtivo. O nosso objetivo é tornar esta realidade mais clara e concreta para a população”, explica o docente.
O ônibus já está realizando quatro viagens por dia, fazendo mais de 200 quilômetros. Ele precisa ser recarregado, claro, e isso pode ser feito no laboratório da UFSC, no Sapiens Parque. A geração de energia elétrica é realizada por intermédio de módulos solares fotovoltaicos integrados. A recarga completa das baterias leva em média uma hora, mas graças à tecnologia de recuperação da energia nas frenagens, pode operar em trajetos de até 70 quilômetros sem nenhuma recarga.
onibus-eletrico-sc-thiago-terci-blog-da-engenharia
Com 200 kW de potência, sistema de tração movido 100% por energia elétrica que garante zero emissões, a invenção é uma opção para reduzir a poluição da atmosfera e também sonora nos grandes centros urbanos. A tecnologia 100% nacional envolve empresas parceiras da UFSC, como Eletra, Marcopolo, Mercedes-Benz e WEG.

Qual a real economia?

Segundo Iêda Maria de Oliveira, gerente comercial da Eletra, em medições realizadas em São Paulo, os ônibus elétricos mostraram-se até 26% mais econômicos que um convencional a diesel, apenas comparando o custo da energia elétrica com o custo do diesel. “Além de todos os ganhos para o meio ambiente e também para a sociedade, a frota com veículos elétricos ou elétricos híbridos é comprovadamente mais eficiente na operação do que o diesel convencional”, destaca.
Ela ainda complementa acerca dos problemas que envolvem o investimento nesse tipo de ônibus elétrico. “Temos a dificuldade do investimento inicial e infraestrutura, mas o ganho ambiental imediato e a rentabilidade que se comprovará com a implementação de frotas de ônibus elétricos, afloram a necessidade de políticas públicas e a responsabilidade dos gestores para com o futuro das nossas cidades”, enfatiza Iêda.
Fonte: Ciclo Vivo | Fotos: Thiago Terci

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários