Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Metrologia: metro o quê? Entenda o que é e qual a sua importância na Engenharia

por Giovanna Teodoro | 16/07/2020
Copiado!

O termo metrologia é quase sempre confundido com meteorologia (do estudo de fenômenos físicos da atmosfera)

Entender que na engenharia centímetros e até milímetros são de extrema importância para o perfeito funcionamento do sistema é essencial. Metrologia é a base de muitas das grandes áreas da engenharia e, quando não é a base, é o fator crucial para o entendimento de assuntos muito relevantes.

A arte de dimensionar e medir

Advindo do grego “metron” e “logos”, metrologia significa o estudo da medida. E a necessidade de dimensionar e quantificar que a humanidade tem não é de agora. Desde os primórdios, o ser humano precisou conseguir contar para controlar seus bens e terras. Contudo cada dono possuía sua maneira de tomar conta de seus domínios e, em contextos amplo,s com o passar do tempo cada país passou a ter seu sistema de medida.

Com a globalização, sistemas individuais de medição passaram a ser um impedimento para a comercialização e exportação de bens e serviços. Pense que você comprou um relógio e quando chega ele é bem maior ou bem menor do que você pensou, de forma que não atenda à sua necessidade; Frustrante, não? Essa é uma das mais diversas importâncias do Sistema Internacional de Medidas (SI).

equipamento de medição na metrologia
90% das pessoas associam o termo à Meteorologia (estudo dos fenômenos físicos da atmosfera) e então se questionam: porque eu estudo isso na engenharia?

O objetivo do SI era ser prático para uniformizar os procedimentos de medição. Porém, para continuar funcionando atualmente, esse importante sistema precisa se manter atualizado. Hoje, o SI é formado por sete unidades das chamadas grandezas de base, que são respectivamente: metro (m), segundo (s), quilograma (kg), ampère (A), kelvin (K), mol (mol) e candela (cd), das quais surgem as grandezas derivadas.

Apesar dos primeiros registros de uso da metrologia datarem de cerca de 1900 a.C., até hoje a utilizamos para nos ajudar a resolver problemas do cotidiano, fabricar de tudo (sejam peças, equipamentos, ou utensílios para serem vendidos) e até para comprarmos um produto importado ou não.

Metrologia e Engenharia

Vê-se a importância da metrologia industrial quando entendemos que ela está presente em inúmeros setores e lugares. Obter medidas exatas, palpáveis e idôneas é um requisito fundamental para que qualquer empresa seja competitiva, assim a metrologia contribui e cria uma base de dados e conhecimentos científicos, o que permite o desenvolvimento da tecnologia e a automatização dos processos industriais.

imagem de régua

Mas quem acha que a metrologia está ligada somente a indústrias e fábricas, está enganado. É necessária nos processos de produção, na investigação científica, nos transportes e nas comunicações. Permite melhorar a segurança e a saúde dos cidadãos, assim como os interesses gerais dos consumidores.

Para os engenheiros é importante saber que as operações metrológicas básicas são:

  • Ajustes, que referem-se ao conjunto de operações que são realizadas sobre um instrumento de medida com a finalidade de proporcionar indicações precisas, assim como correspondentes aos valores da magnitude que será medida;
  • Verificação, que contribui com a evidência objetiva e necessária de que um dado elemento satisfaça aos requisitos específicos. Neste sentido, é importante contar com um documento que sirva de base para realizar a verificação, como uma norma, um regulamento, ou um documento técnico facilitado pelo fabricante;
  • Calibração, operação de metrologia industrial, garante que a relação entre os valores e as incertezas de medição associadas esteja em boas condições. Ou seja, trata-se de uma operação anterior à medição propriamente dita, já que servirá para garantir que esta medição seja realizada nas condições adequadas e necessárias para obter os resultados corretos.

Metrologia não é só saber medir

Infelizmente existem setores, empresas e profissionais que, ainda hoje, não entendem a importância da metrologia e de seus ensinamentos. Por exemplo, saber medir e operar os equipamentos como uma tridimensional que desliza em colchões de ar comprimido, fazendo com que seu apalpador possa tocar a peça nas 3 direções e seus pontos sejam manipulados por um software, aplicada em controles de qualidade e capabilidade (CP e CPK).

Ou a metrologia óptica operando um scanner, acionado por um joystick, para medição de peças, geralmente menores, por meio de aplicação de um pó na sua superfície, e então são colados pequenos círculos adesivos para que o laser possa reconhecer a peça através de fotos tiradas que criam uma malha. Ou, ainda, equipamentos mais comuns, porém não tão simples como o paquímetro, micrômetro, relógio comparador, etc.

exemplo de equipamentos de metrologia

Assim, o(a) metrologista tem todo o conhecimento e know-how para além de medir, comparar resultados e propor melhorias, é ele(a) quem vai liberar ou não a peça quanto à qualidade e forma, quem vai propor melhorias, entender onde está o erro e por que ele está ocorrendo, levantando hipóteses e propondo formar de resolver o problema.

Um amigo sempre me disse que apertar um botão qualquer um aperta, mas falar o que o resultado de apertar aquele botão significa, ah, isso daí é só um metrologista bem qualificado.

Metrologia 4.0

A Indústria 4.0 permite reunir diversas tecnologias, dispositivos e principalmente quebrar paradigmas, mudando os processos. A Internet das Coisas permite a interconectividade dos equipamentos com a internet, nesse caso, do calibrador com o software de calibração ou ERP na rede ou in Cloud.

Assim, a metrologia está muito mais ligada à Indústria 4.0 do que muitos pensam, reunindo e melhorando diversos recursos e tecnologia.

imagem de indústria 4.0

A calibração no método convencional estava demandando muito tempo e custo. Abrindo espaço para a Metrologia 4.0 consegue-se garantir velocidade, integridade de dados e inteligência no processo de calibração, sem abrir mão da qualidade. O fluxo de documentos de papel na Metrologia 4.0 praticamente acaba, já que o calibrador funciona como um tablet, armazenando os procedimentos, certificado de calibração do padrão, instruções de trabalho e coleta de dados.

Fontes: Presys; SMI; Instituto Mauá de Tecnologia; MyLogical; Infaimon; Manufatura Inteligente.

Veja também: Por que é importante ser um profissional 4.0 na era da informação?

E então, como você vê a metrologia agora? Você sabia desse mundo de possibilidades que ela oferece? Compartilhe sua opinião nos comentários, engenheiro(a)!

Copiado!
Engenharia 360

Giovanna Teodoro

Engenheira Mecânica e Pós Graduanda em Gerenciamento de Projetos. Mineira curiosa que se divide entre a engenharia, a leitura, a escrita e a música. Não carrego certezas, mas sigo querendo aprender.

Comentários