Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Dez aparelhos que poderão recarregar o seu celular futuramente

por Larissa Fereguetti | 21/07/2013
Copiado!

Quantas vezes você não precisou do seu celular e ele descarregou? Ou melhor, quantas vezes você colocou o celular para carregar cinco minutos antes de sair de casa só para que a bateria não acabasse?

Pois é, dentro de alguns anos, esse talvez não seja mais um motivo de preocupação. A revista Exame listou 10 maneiras inusitadas de carregar o celular no futuro. Os projetos são de engenheiros e designers do mundo inteiro.

1 – SolePower, a palmilha que recarrega o celular

O projeto consiste em uma palmilha que gera energia quando o usuário caminha. Uma caminhada de quatro quilômetros é suficiente para recarregar o celular. A energia gerada é armazenada em uma bateria conectada a um cabo USB. A melhor parte é que ela é removível, ou seja, você pode trocar de sapato quantas vezes quiser.

solepower-blog-da-engenharia

2 – Respiração eletrificada

Uma máscara criada por um designer brasileiro também poderá resolver seu problema. Nomeada AIRE, a máscara possui turbinas pequenas que geram energia através do deslocamento do ar que a pessoa respira. A energia cinética é transformada em energia térmica e conduzida por um cabo USB.

respiracao-eletrificada--blog-da-engenharia

3 – Tomada solar

Consiste em um carregador que, quando afixado no vidro na presença de luz solar, produz eletricidade através de um conversor. É constituído por painéis solares e baterias de íons de lítio. Seriam necessárias de cinco a oito horas para carregar completamente o aparelho. Mas o projeto ainda é apenas conceitual.

tomada-solar-blog-da-engenharia

4 – Short termelétrico

O “Power Short” é um short jeans que aproveita a energia termelétrica e cinética do corpo. Usá-lo por um dia pode proporcionar quatro horas de bateria.

short-termeletrico-blog-da-engenharia

5 – Tecido converte calor em energia

O tecido é uma espécie de filtro termoelétrico capaz de produzir energia a partir do calor do corpo humano. Chamado de “Power Felt”, o tecido é formado por nanotubos de carbono que geram energia a partir da diferença de temperatura entre o corpo e o ambiente. Mas ainda são necessárias algumas modificações para chegar ao mercado.

tecido-converte-calor-em-energia - blog-da-engenharia

6 – Camiseta sonora

Chamada “Sound Orange”, a camisa pode transformar energia do som em eletricidade. Seriam necessários dois dias de música para recarregar um smartphone. É acoplado à camiseta um dispositivo que utiliza a tecnologia de filmes piezoelétricos que absorve as ondas sonoras. O som passa por compressão com cristais de quartzo para se transformar em energia elétrica.

camiseta-sonora--blog-da-engenharia

7 – Botas turbinadas

Já deu para perceber que é possível montar um guarda-roupa só de carregadores de celular. Para o look ficar completo faltavam as botas “Power Boots”, que são capazes de gerar energia para pequenos aparelhos eletrônicos a partir do calor dos pés. Doze horas com as botas fazendo qualquer atividade pode gerar uma hora de carga para o aparelho.

botas-turbinadas--blog-da-engenharia

8 – Electree: carregador solar

A Electree é um pequeno aparelho em forma de bonsai que capta a energia solar e converte em energia elétrica. O projeto conta com 24 mini-painéis e uma bateria interna em caso de dias nublados.

electree-carregador-solar--blog-da-engenharia

9 – iFan, o carregador de vento

Para recarregar o celular, basta deixar o celular envolto na capa e colocá-lo exposto ao vento.

vento-recarregou-blog-da-engenharia

10 – Tênis elétrico

Dessa vez, ao invés de uma palmilha ou uma bota, um par de tênis é responsável pela recarga do aparelho. Capaz de aproveitar o movimento dos pés, ele gera uma corrente elétrica que abastece o celular. O dispositivo responsável pela transformação de energia é acoplado ao solado do sapato.

pisada-eletrica-blog-da-engenharia

Com tantas opções, já é possível sentir um certo alívio em relação ao problema do celular descarregado. Além do mais, também não há preocupação com o meio ambiente, visto que todas são formas de energia limpas e renováveis.

Fonte: Revista Exame

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários