Engenharia 360

Descubra quais as 6 maiores razões para aprender a programar | Lista 360

Engenharia 360
por Redação 360
| 23/02/2022 3 min

Descubra quais as 6 maiores razões para aprender a programar | Lista 360

por Redação 360 | 23/02/2022

As tecnologias digitais estão cada vez mais presentes e relevantes em nosso dia a dia, resolvendo problemas da nossa vida atual de forma bem criativa e acessível. Contudo, isso só é possível por conta da criação e do domínio da linguagem da programação! E quanto mais os estudos científicos evoluem, mais conquistas são feitas no mundo da programação, como linhas de códigos que são especialmente escritas para o comando de máquinas. Então, por que aprender a programar? Para fazer parte do futuro! E saiba que nunca é tarde para começar a estudar e investir nessa área bem rica para os profissionais – aliás, em tese, todo mundo é capaz de aprender a programar. Confira, no texto a seguir, a lista de boas razões que criamos para você!

Motivos para aprender a programar

1. Desenvolver raciocínio lógico

O primeiro motivo para programar é, sim, desenvolver raciocínio lógico. Por quê? Porque trabalhar com códigos é lidar diariamente com sequências lógicas. Isso, no fim das contas, é um excelente exercício cerebral que acaba preparando bem as pessoas para a vida, conseguindo resolver mais rapidamente, e de uma forma mais apurada, os desafios pelo seu caminho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

programação
Imagem reproduzida de Canaltech

2. Desenvolver habilidade de superar desafios

Algo que começa a ser ativado no cérebro, com o estudo da programação, é a capacidade criativa e habilidade de resolver problemas de maneiras bem diferentes. Na prática, é possível identificar isso muito bem. Por exemplo, no aprimoramento de produtos digitais ou em sistemas para segurança de informação.

3. Programar e adquirir crescimento profissional

Sim, o mercado da programação está, nesse momento, crescendo bastante e rápido, impactando demais o mundo do trabalho com as engenharias. Neste momento, há muitas vagas nesse setor. Por isso, vale ficar de olho nessas oportunidades de emprego que vêm com o conhecimento em programação. É possível conseguir um bom salário – sobretudo em grandes empresas -, pois a área de tecnologia é uma das que mais investem em seus funcionários.

4. Poder seguir um regime de trabalho remoto

Se você é o tipo de pessoa que deseja trabalhar em casa, em hotel, motor home e até fora do país, a programação pode ser a sua praia. Muitas empresas de tecnologia abrem mão da presença física dos seus funcionários ou permitem um regime de trabalho remoto. E isso é uma oferta que poucos empregos oferecem.

programar
Imagem reproduzida de Globo.com

Veja Também: 6 melhores linguagens de programação para engenheiros(as)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

5. Ter uma ‘plano B’ de carreira

Conhecer programação não é certeza de estar empregado. Mas conhecer programação é mais um bom item que você pode adicionar ao seu currículo. Até porque, quem nunca foi apresentado aos conceitos de codificação terá dificuldade para utilizar certas ferramentas que, inclusive, são importantes para as engenharias. Nesse cenário, você seria um profissional multi carreira, por assim dizer, um pouco mais inserido nessas transformações digitais! Um exemplo prático é usar, no dia a dia, esse conhecimento para extrair relatórios de inteligência de negócios ou trabalhar com grandes bases de dados em uma empresa até mesmo com aplicativos e sem depender dos departamentos de TI.

6. Ajudar a facilitar a vida das outras pessoas

Por fim, vem a questão social nisso tudo, que é você se dedicar a aprender programação para ajudar outras pessoas. Inclusive, esse pode ser mais do que um passatempo, mas o seu propósito de carreira – direcionada ou não para o empreendedorismo. E, nesse caso, a programação entraria como uma ferramenta para ajudar a tirar ideias de engenharia do papel – por exemplo, com soluções para melhorar a locomoção dentro das cidades, aumentar a reciclagem de lixo, e mais.

Então, diversos setores do mercado estão constantemente em busca de profissionais na área de programação. E olhando para esse lado, talvez seja importante você considerar estudar programação – incluindo Python, Java, C#, e mais. Mas não esqueça de outras disciplinas, como Matemática, Física, Biologia, Português e Economia; fora aprimorar as suas Soft Skills, que não dependem de cursos especializados para serem aprendidas!

Veja Também: 100+ desafios de programação que aparecem em entrevistas de emprego [com solução]


Fontes: Brasil Code, Eu Capacito.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.