Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

BDE Explica: como é feita a prospecção de petróleo?

por Marcus Vinícius de Oliveira Correia | 20/11/2015
Copiado!

Antes de mais nada, precisamos deixar claro que o petróleo é um fluido que se encontra abaixo do solo em sedimentos rochosos. Uma das grandes dúvidas da engenharia é a localização do óleo, já que é necessário procurar toda a crosta terrestre. Assim, esse post vai mostrar como funciona a prospecção de petróleo!
A engenharia trabalha com a probabilidade de existência, ou seja, em qual local seja mais provável a descoberta de petróleo. O mais incrível nesse trabalho é a interdisciplinaridade. Vários são os profissionais que o engenheiro deve lidar. Áreas como a paleontologia, geologia e geofísica são imprescindíveis para o sucesso do engenheiro de petróleo.

Oil Workers and Laptop

Estudo e análise de possíveis locais.


Existem vários métodos para a determinação da área mais propensa, mas todos se baseiam em análises da região em questão. O trabalho vai desde observações da constituição geológica do local até estudo de gravimetria.
Porém, o mais utilizado e também mais interessante é o método sísmico. Ele se baseia na lei de Snell Descartes, ou seja, libera-se um pulso e estuda-se a reflexão das ondas, posteriormente, na superfície. Com toda observação feita, conclui-se qual a formação rochosa e onde, portante, está mais propenso ter o petróleo. O mais interessante é que uma lei tão simples e fácil da física consegue ter aplicabilidade em um problema que vale milhões de dólares, pois caso haja a perfuração de um poço em vão, a empresa perde muito dinheiro. lei-snell-blog-da-engenharia
Por último, para se ter mais certeza, modela-se a rocha para prever as localizações possíveis e o que está acima do petróleo, uma camada de sal, por exemplo. É algo fascinante como pode se observar na imagem abaixo.
Uma formação rochosa obtida através do método sísmico.

Uma formação rochosa obtida através do método sísmico.

Copiado!

Comentários