Engenharia 360

RRT ou ART: o que são e qual a importância destes documentos?

Engenharia 360
por Redação 360
| 14/12/2021 | Atualizado à 2 dias 4 min

RRT ou ART: o que são e qual a importância destes documentos?

por Redação 360 | 14/12/2021 | Atualizado à 2 dias
Engenharia 360

RRT ou ART? Se você está com planos de realizar uma construção ou reforma em casa, por exemplo, logo vai descobrir para que servem estes documentos – que têm a ver com trabalhos de Arquitetura e Engenharia. Mas qual o profissional habilitado que desenvolverá o projeto? Quem acompanhará a obra? Quem será responsabilizado caso algo dê errado antes ou depois da execução? Bem, por isso mesmo é que existem o RRT e a ART. Saiba mais no texto a seguir!

O que é RRT e ART?

Os profissionais arquitetos e engenheiros – devidamente registrados em seus respectivos conselhos -, respectivamente, devem assinar estes documentos legais para serem considerados responsáveis pela prestação dos seus serviços. Ao mesmo tempo, os mesmos documentos garantem que os profissionais tenham os seus direitos autorais respeitados e, ao final da prestação de serviço, o direito à remuneração.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ou seja, RRT ou ART, seria um comprovante de execução do seu serviço, a comprovação da existência de um contrato entre as partes, a definição dos limites da responsabilidade técnica (civil e criminal) de cada um, e a comprovação da experiência do profissional à medida que registra todas as atividades técnicas desempenhadas ao longo de sua carreira profissional.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Observação: se você é engenheiro, recomendamos que dê uma espiada na Lei n. 6.496/1977, Resoluções n.1025/2009 e 1033/2011 do CONFEA, assim como na Norma de Reformas da ABNT (NBR 16.280).

responsabilidade técnica | RRT ou ART
Imagem extraída de Blog InstaCasa

Diferenças entre RRT e ART

ART

ART significa Anotação de Responsabilidade Técnica. Este é um documento emitido por engenheiros, agrônomos, geólogos, geógrafos, meteorologistas, técnicos, tecnólogos e mais registrados no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

E qual a finalidade disso? Bem, como foi dito antes, denotar responsabilidade técnica pelo serviço ou projeto desenvolvido ao profissional que a emitiu. Pode-se dizer que é o seu “selo de garantia” que diz “sim, este trabalho foi desenvolvido por um profissional devidamente habilitado que ateste que se responsabiliza pelo serviço ou projeto que está entregando aos seus clientes, de acordo com as legislações e normas vigentes”.

Inclusive, justamente para dar entrada na aprovação de um projeto de engenharia, seria necessário aferir responsabilidade técnica sobre os dois temas relacionados à construção: o projeto e a obra.

Veja Também:

RRT

RRT significa Registro de Responsabilidade Técnica. Este documento é bastante similar à ART. Qual a diferença? É que ele comprove exclusivamente trabalhos de projeto, acompanhamento de obras e outros serviços técnicos na área de Arquitetura e Urbanismo. Ou seja, só é desenvolvido por profissionais devidamente habilitados e registrados no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU).

Aliás, o artigo 3º da resolução da CAU determina que arquitetos e urbanistas são obrigados a emitir um RRT sempre que prestam algum serviço como criação de projeto, gestão e execução. E quando o serviço é uma execução de obra, o RRT precisa ser emitido antes do começo dos trabalhos. Já nos demais serviços, como projeto ou gestão, o RRT pode ser emitido antes ou durante a execução dos serviços.

Principais diferenças entre RRT e ART

Recapitulando: o RRT (Registro de Responsabilidade Técnica) diz que o projeto foi desempenhado por um profissional registrado no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). Já a ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) é emitida por um profissional registrado no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

responsabilidade técnica
Imagem extraída de Blog da CondoBlue

Bônus | Além do RRT ou ART, conheça a TRT

A sigla TRT tem relação com Termo de Responsabilidade Técnica. Esse documento – para obras, serviços, cargos ou função – substitui a antiga ART para aqueles que, agora, estão registrados no Conselho Federal dos Técnicos Industriais.

De todo modo, também é um documento que define, para os efeitos legais, os responsáveis técnicos pela execução de obras ou prestação de serviços relativos às profissões abrangidas pelo Sistema CFT/CRT. A saber, existe até um modelo de TRT – o TRT Derivado – utilizado para registrar quaisquer atividades técnicas formalizadas até 20 de dezembro de 2018 por meio de ART, unindo, dentro do SINCETI, o novo com o antigo acervo técnico que o técnico já havia constituído.

Se ainda tem dúvidas sobre a diferença entre RRT, ART e TRT, recomendamos que assista ao vídeo a seguir:


O Engenharia 360 tem muito mais a compartilhar com você! Confira ao webstories a seguir!


Fontes: Salvador Engenheiros.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo